No dia 4 de fevereiro, é celebrado o dia mundial do câncer. A data foi criada em 2005 pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC) e tem como objetivo levantar esforços conjuntos entre população e Estado para a mobilização pelo controle do câncer e, principalmente, chamar a atenção a ações efetivas para ampliar o acesso ao diagnóstico precoce, o que pode evitar milhões de mortes a cada ano.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 30% das mortes provocadas por câncer poderiam ter sido evitadas caso o paciente fosse diagnosticado precocemente ou caso ações preventivas já fizessem parte de seus hábitos diários.

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA), em parceria com o Ministério da Saúde, é o órgão responsável pela coordenação de desenvolvimento de campanhas e estudos relacionados ao câncer.

 Prevenção do câncer

Ações de prevenção do câncer consistem em pôr em prática atitudes que levam a redução dos riscos de se ter a doença. As ações de prevenção podem ser classificadas em:

  • Prevenção primária: é a ação realizada para impedir que o câncer se desenvolva, incluindo a adoção de um estilo de vida mais saudável e evitar a exposição aos fatores de risco de câncer.
  • Prevenção secundária: tem como objetivo detectar e tratar cânceres assintomáticos iniciais e doenças pré-malignas, como por exemplo lesões causadas pelo vírus HPV ou pólipos intestinais.

Fonte: INCA 2019

Nathália A. Costa — Pós-graduanda em Enfermagem Obstétrica pela Faculdade Anhanguera de Piracicaba. Possui especialização em Diagnóstico por Imagem para Enfermeiros e em Enfermagem Pediátrica e Neonatal pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein. Graduada em Enfermagem pelo Centro Universitário Lusíada. Atualmente atua como Preceptora de Estágio na Faculdade Anhanguera de Piracicaba.